Cadastro de pessoas físicas é exclusivo para quem possui empregados

Prorrogado prazo de cadastramento das empresas no VT eletrônico
24 de julho de 2008
Prêmio SETRANSP de jornalismo é adiado
30 de julho de 2008

Lançados em maio deste ano, os cartões Mais Aracaju Vale-Transporte chegaram para facilitar a vida tanto do trabalhador como também das empresas, que passaram a contar com um instrumento ágil e seguro para garantir o trajeto dos seus funcionários de casa para o trabalho, assim como o retorno dos mesmos para casa, via internet.

 

Com o inovador sistema on-line, não há mais a necessidade de deslocamento até as dependências do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – SETRANSP – para aquisição dos antigos tíquetes de vale-transporte em papel. Tudo é feito do próprio escritório, bastando apenas o pagamento do boleto em uma agência bancária.  

 

Devido à sua praticidade, um grande número de pessoas físicas têm efetuado, através do site www.maisaracaju.com.br, o cadastro no VT Web Client, sistema de comércio de créditos eletrônicos dos cartões Mais Aracaju. Porém, o SETRANSP informa que a aquisição dos cartões Mais Aracaju Vale-Transporte só pode ser feita por empresas ou por pessoas físicas que possuam algum tipo de funcionário, a exemplo de empregadas domésticas, jardineiros, motoristas particulares ou babás.

 

Nesse caso, o empregador deve fazer o cadastro utilizando o número do seu CPF e solicitar o cartão em nome do funcionário que irá utilizar o transporte público. Para as pessoas que não têm vínculo empregatício ou que utilizam o transporte coletivo esporadicamente, está sendo planejado o lançamento do Mais Aracaju Cidadania. O cartão está previsto para entrar em circulação no mês de setembro deste ano e promete ampliar ainda mais os benefícios da bilhetagem eletrônica no sistema de transporte coletivo da capital sergipana.

Os comentários estão encerrados.