Segurança: Setransp apresenta levantamento requerido por Manaus sobre queda gradual do número de assaltos

Setransp apoia a valorização da cultura junina do Estado
15 de abril de 2019
Linhas Circular Praias 600-1 e 600-2 serão experimentais com 100% de uso do cartão Mais Aracaju Pré-pago
22 de abril de 2019
Três pessoas sentadas, dois homens e uma mulher

Raissa, Subinspetor Mendonça e Alberto Almeida

Dados serão encaminhamos ao Ministério Público Estadual de Amazonas que se interessou pelo trabalho desenvolvido na capital sergipana

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) participou de reuniões com instituições que compõem as forças de segurança pública de Sergipe e outros parceiros, na terça-feira, 16, para apresentar o levantamento das ações integradas que vêm contribuindo com a queda gradual do número de assaltos a ônibus em Aracaju e na Região Metropolitana. A redução atingiu mais de 85% dos casos registrados comparando os três primeiros meses de 2019 e 2016, ano que o trabalho integrado foi iniciado. Esses dados foram solicitados pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), que se interessou pelo resultado positivo e pelo modelo de ação realizado no combate a esse tipo de crime.

Diante do cenário nacional de violência urbana, essa redução contínua estimula o setor do transporte e da segurança pública a ampliar ainda mais o modelo de ação para atingir índices menores. “Além do quantitativo de queda, há uma continuidade na redução dos assaltos, dando a população a condição de circular com tranquilidade nos ônibus e nas ruas.  Porque essas abordagens também são feitas em outros lugares como praças, terminais, nos pontos de paradas, proporcionando mais segurança ao usuário do transporte”, enfatiza o presidente do Setransp, Alberto Almeida.

A evolução na queda dos assaltos, se deu mediante o planejamento tático de abordagens da Polícia Militar e Guarda Municipal de Aracaju (GMA) nos terminais de integração, dentro dos ônibus e durante o percurso das linhas; e o serviço de investigação da Polícia Civil. Além disso, também contribuíram: os registros das imagens (internas e externas) pelas câmeras de seguranças dos ônibus e envio das mesmas, em tempo hábil, ao serviço de inteligência da Secretaria de Segurança Pública (SSP)  pelas empresas do transporte; a divulgação nos veículos do disque denúncia e disque emergência; bem como, o sistema de mapeamento das ocorrências com local, horário, dia, tipo, etc.

“Os representantes das empresas e a cúpula da SSP vêm constantemente se aproximando e realizando reuniões para debater o cenário encontrado no transporte público da capital, no tocante à segurança pública. Debatemos e chegamos ao entendimento de que era essencial tudo que foi traçado sobre a atuação das empresas e das Polícias Militar e Civil, e o resultado foi esse agora mostrando uma queda contínua nos números de assaltos”, enfatizou João Eloy, secretário da SSP.

Segundo Subinspetor Mendonça, comandante da Guarda Municipal, o desempenho especializado dos guardiões é baseado no prévio levantamento de dados estatísticos em conjunto com as empresas de ônibus, que permite o mapeamento dos locais de maior incidência dos crimes para reforçar o policiamento ostensivo. Ele enfatizou a importância do interesse do MPAM em conhecer as ações desenvolvidas para atingir esse índice expressivo.

“A intensificação do trabalho da Guarda Municipal junto aos terminais traz maior segurança no transporte público do nosso Município. Então, é muito gratificante saber que lá, em Manaus, o Ministério Público avaliou todo o Brasil e observou que no município de Aracaju tem um planejamento de trabalho integrado para o combate desse tipo de ação que vem trazendo um resultado muito positivo”, comemora o Subinspetor Mendonça.

Resultado

Segundo dados do Setransp, foram 519 crimes de janeiro a março de 2016, contra 77 casos no mesmo período em 2019, o que representa 85,16% de queda. Os índices reduziram ainda mais em fevereiro deste ano, quando foram registradas 24 ocorrências, sendo o menor índice de todos os meses desde 2016. O estudo mostra ainda que, no ano de 2016, ocorreram 1.628 crimes, enquanto em 2018 foram identificados 508 assaltos. O percentual da redução foi de 68,80%.

Alberto Almeida e Renato Telles

Alberto Almeida e Renato Telles

Esse resultado se deve a união das ações planejadas entre o Setransp, as empresas de ônibus, as Polícias Militar e Civil, a SSP, a GMA, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), a Prefeitura de Aracaju, o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Sergipe (SINTTRA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard