Usuários dos cartões eletrônicos ganham acesso rápido nos Terminais

Encerrado chat sobre o recadastramento escolar
2 de agosto de 2011
BRT tem reduzido congestionamento em grandes cidades
2 de agosto de 2011

Utilizar os cartões Mais Aracaju para o pagamento das tarifas no transporte coletivo está ainda mais prático. Isso porque os Terminais de Integração estão ganhando uma catraca de passagem rápida exclusiva para quem possui os cartões da bilhetagem eletrônica.

Com elas, não é preciso enfrentar fila, já que todos passam rapidamente pela catraca. Na contramão dessa modernidade, os passageiros que ainda fazem o pagamento das passagens em dinheiro, passam por outra catraca e, frequentemente, precisam aguardar pelo troco, o que atrasa sobremaneira a entrada no Terminal.

A medida agradou a quem transita pelos Terminais cujas catracas exclusivas já foram instaladas, o Terminal D.I.A e Atalaia. “Ficou realmente muito bom esse acesso rápido. A gente chega, encosta o cartão no validador e passa nenhum empecilho”, aprova o comerciante José Luís Bispo.

Com as catracas rápidas, o risco do usuário não conseguir alcançar o ônibus que está parado na plataforma também diminui bastante, diz a doméstica Maria do Carmo Santos. “Cansei de perder ônibus porque não consegui entrar no Terminal a tempo. Ficava agoniada querendo passar, mas tinha que esperar em uma fila enorme. O pior é que tem gente que paga a passagem em dinheiro e ainda não facilita o troco. Achei ótima essa novidade”, afirma ela. 

 

Ter um cartão eletrônico é fácil e gratuito

Quem ainda não possui um cartão eletrônico e paga as passagens em dinheiro pode solicitar, gratuitamente, o seu Mais Aracaju em qualquer posto do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – Setransp. Após o pedido, com três dias úteis o cartão pode ser retirado na sede do sindicato, situada à rua F – s/n° – D.I.A. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Além da passagem rápida pela catraca, o uso dos cartões eletrônicos oferece segurança aos passageiros do transporte coletivo. Isso porque, ao serem furtados ou perdidos, podem ser bloqueados, preservando, assim, todos os créditos contidos neles.

Além disso, quem paga passagem em dinheiro conhece bem o incômodo que é ficar contando trocados toda vez que precisa utilizar o transporte coletivo. Ter um cartão eletrônico dispensa essa preocupação tornando os trajetos bem mais rápidos e simples.

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard