Número de acidentes com motos aumenta 245%

Peça o seu mais Aracaju cidadania
19 de setembro de 2008
Reflita sobre o uso do automóvel
23 de setembro de 2008

O total de acidentes envolvendo motos nas rodovias estaduais de São Paulo sob concessão aumentou 245% neste ano em comparação a 2000. A informação foi divulgada na quinta-feira, dia 18,  pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).


Enquanto em 2000 foi verificada uma média de 132 desses acidentes por mês nas rodovias concedidas, neste ano o número pulou para 456. No total, entre janeiro e julho de 2008 foram 3.195 acidentes com motos, 86 deles com mortes.


No comparativo com o ano passado, a média de acidentes em 2008 com motos também sofreu aumento. Em 2007, foram 451 acidentes por mês nas rodovias concedidas pela administração pública. As rodovias concedidas são responsáveis por 65% de todo o tráfego rodoviário de São Paulo.


Redução no número de acidentes

O número total de acidentes, no entanto, caiu. Segundo a pesquisa, no comparativo de janeiro a julho deste ano em relação ao mesmo período de 2007, a queda no total de acidentes foi de 15,3%. Já no de mortes foi de 24%.


Do total de 44.580 acidentes neste ano, 45,3% ocorreram em rodovias administradas pelo DER, 5,6% pela Dersa e 1,3% pelo Rodoanel, de acordo com o levantamento. A queda nos índices vai na contramão, de acordo com a agência, do que foi verificado no mesmo período nas rodovias do estado que não são concedidas.


Do total das rodovias estaduais, atualmente, 16,9 mil km são administrados pelo DER, 4,2 mil km pela Dersa e 4,8 mil km por 12 concessionárias. Apesar de administrarem um número menor que a DER, as rodovias concedidas são responsáveis por 65% de todo o tráfego rodoviário de São Paulo.


O motivo alegado para a redução nos índices de acidentes foi o incremento na estrutura de suporte das rodovias nos últimos dez anos, como implantação de 10,7 milhões de metros quadrados de sinalização horizontal; 261 mil metros quadrados de sinalização vertical, 3,2 milhões de tachas reflexivas, 434 mil metros de barreiras de concretos, 434 câmeras de TV, além de bases operacionais das polícias e concessionárias, ambulâncias e a construção de 128 passarelas.


O secretário-adjunto da Secretaria Estadual de Transportes, Silvio Aleixo, justificou o maior número de acidentes nas rodovias administradas pelo DER por elas conterem um maior numero de pistas simples. ?A pista simples dá maior facilidade para as colisões, o que não acontece com as duplas?, afirma.


Segundo Aleixo, a malha de pista simples do DER também atravessa muito mais áreas urbanas, cortando, assim, cidades e expondo motoristas e moradores a um maior risco de acidentes.


Pedestres e caminhões

Apesar da queda geral nos acidentes, os índices envolvendo pedestres, motos e caminhão a partir de seis eixos são considerados preocupantes para a agência. No caso dos pedestres, embora os atropelamentos representem 2,2% do total de acidentes, eles resultam em mortes em 28% dos casos.


No caso dos caminhões de seis eixos, a preocupação das concessionárias se deve ao aumento exponencial da frota de 2000 a 2007, de 517,5%. Atualmente, esse tipo de veículo corresponde a 10% do total de caminhões comerciais no estado.


Acidentes com crianças

Com o enfoque dado pela Semana Nacional de Trânsito à criança, a agência ressaltou a necessidade de se reforçarem as campanhas de educação voltadas para este público, uma vez que os acidentes de trânsito são a principal causa de morte na faixa etária entre 0 e 14 anos, correspondendo a 41,1% das mortes.

 
Radares
O secretário-adjunto justificou ainda o total de acidentes no estado como consequência da imprudência de motoristas e pedestres. Para ele, muitos pedestres ignoram a existência de passarelas, e motoristas excedem a velocidade. O próprio fato de as pistas de rodovias concedidas terem melhor pavimentação ajudaria na maior velocidade por parte dos motoristas.


Para combater os acidentes, segundo ele, o mais eficaz seria fiscalização. O secretário informou que, até o final do ano, deverão ser instalados mais 80 radares no estado, um aumento de 30%.

Fonte: A Tribuna, 19/09/2008 

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard