Terminal da Atalaia é entregue para a população após obras de revitalização

Rodoviários recebem kits e Curso de Protocolo de Segurança nas empresas prestadoras de serviço de transporte público
6 de agosto de 2021
Empresas do transporte fazem ajustes para manter serviço diante de breve operação parcial da Viação Modelo
21 de setembro de 2021

Desde a última sexta-feira, 27, os usuários do transporte público da capital sergipana passam a contar com mais uma obra que facilitará a mobilidade de quem usa o transporte público coletivo como meio de locomoção. Isso porque o Terminal de Integração da Atalaia, localizado na zona Sul, foi entregue completamente transformado. 

Sua reestruturação total tem um investimento aproximado de R$ 1,9 milhão, através de convênio com o governo federal.  O Terminal da Atalaia é considerado como um dos locais de maior fluxo de passageiros de Aracaju, sendo o primeiro da etapa do Projeto de Mobilidade Urbana a ser totalmente transformado.  Na lista, ainda estão em andamento o Terminal do DIA e o Terminal do Mercado. 

Dentre as mudanças estão a instalação de nova cobertura metálica na plataforma de embarque e desembarque, de 1.300 metros quadrados, nova pavimentação asfáltica na área de circulação dos ônibus, implantação de lombofaixas, implantação de piso tátil direcional e de alerta, reforma dos banheiros, além de novas instalações elétricas, sanitárias, hidráulicas, de rede de gás, e de sistema de alarme contra incêndios.

“Nesse terminal passam linhas importantes que percorrem de norte a sul a cidade, como Bugio – Atalaia (080) Fernando Collor / Atalaia (007), Santa tereza – Bairro Industrial (008), Circular Praias (600), ou seja, uma parcela de linhas que vão da Zona de Expansão para outras cidades que fazem parte da Grande Aracaju está aqui. Ver essa obra finalizada garantirá mais comodidade aos passageiros e esperamos poder ver mais momentos como este para a população”, informa Raissa Cruz, superintendente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *