Mobilidade Urbana: Especialistas destacam faixas exclusivas e licitação do transporte como ferramentas essenciais para Grande Aracaju

CONVITE: Especialistas em trânsito falarão de ferramentas de mobilidade em Aracaju
23 de julho de 2016
Desembargador derruba liminar que deixou em luto as faixas exclusivas para ônibus
15 de agosto de 2016

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju, Setransp, promoveu uma palestra com o tema ‘Ferramentas de Mobilidade: Licitação do Transporte e Faixas Exclusivas’, no Hotel Quality na última semana, que atraiu gestores do transporte, a imprensa e diversos setores da sociedade. Para ministrar, foram convidados os especialistas em trânsito Tácio Melo, ex-superintendente da SMTT de Maceió, e Taciana Ferreira, presidente da Companhia de Trânsito e Transportes Urbanos de Recife. 

 

 

Tácio Melo não mediu palavras e certificou que as vias exclusivas são a primeira opção para desafogar o trânsito em uma cidade, que apesar de ser a menor capital do país, possui um trânsito de grande porte para sua capacidade de suportacão. Ele observou que as faixas fazem parte da evolução das grandes cidades é que é indiscutível sua utilidade e eficácia na mobilidade urbana. “As faixas já estão inseridas do cenário das grandes cidades e compõem o cenário da maioria das capitais brasileiras”, disse o especialista.

 

 

Da mesma forma, Taciana Melo, enfatizou que se faz urgente a presença das faixas nas cidades. Ela disse que não são apenas as grandes capitais que necessitam das faixas como forma de melhorar a qualidade de vida das pessoas. Taciana enfatizou o problema do trabalhador que depende exclusivamente do ônibus para o deslocamento diário. “Esse usuário é o que mais se utiliza do ônibus. Com as faixas ele consegue chegar mais cedo ao trabalho, o que facilita, e muito, a sua vida e minimizar o sofrimento das longas viagens. Isso é qualidade de vida”, disse Taciana.

 

O especialista Tácio Melo também explanou sobre licitação do transporte, trazendo o exemplo do processo que gerenciou em Maceió, e frisou que isso se faz urgente na Grande Aracaju para que haja uma estabilidade na operação do sistema de transporte. Ele esclareceu que o empresariado só tem a ganhar com um contrato seguro que garante os investimentos necessários dando qualidade ao processo. Já em relação ao poder público facilita a fiscalização do serviço e aos passageiros transmite confiança para que o serviço seja utilizado com qualidade. “O questionamento por parte das pessoas sobre o tema é normal já que a cultura é do individualismo. Mas é preciso valorizar o coletivo nesse novo século. Deixar o carro em casa e utilizar o transporte público, sempre que possível, é uma grande solução para a mobilidade urbana”, assegurou Tácio Melo

 

Já o presidente do Setransp, Alberto Almeida enfatizou que licitação do transporte e faixas exclusivas para ônibus são ferramentas indispensáveis à mobilidade urbana. “É preciso entender que o transporte público serve a 70% dos deslocamentos diários das pessoas e não conta com mais de 25% das vias para um fluxo livre”, alertou Almeida. Tácio Melo reforçou a fala de Alberto Almeida quando afirmou que a licitação se faz urgente para que haja uma estabilidade na operação do sistema de transporte.

 

Presenças

No evento estiveram presentes, gestores públicos do trânsito da capital e região metropolitana, entre eles o superintendente da SMTT Nelson Felipe e a secretaria de Defesa Social Georlize Teles; representantes da Fecomércio; da Comissão dos Direitos Humanos da OAB Sergipe; dos sindicatos dos trabalhadores rodoviários, dos trabalhadores de transporte escolar e dos taxistas; e representantes do Legislativo em Aracaju, entre eles o presidente da Câmara Vinicius Porto. Gestores das empresas de ônibus da Grande Aracaju e da SMTT de Maceió também participaram do evento. 

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard