A qualidade do transporte exige uma readequação do sistema

Convite à imprensa
10 de julho de 2012
Cartões Especial e Gratuidade devem ser resgatados no Setransp
11 de julho de 2012

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – Setransp – lamentou a manifestação ocorrida nesta terça-feira, dia 10, por populares que depredaram dois veículos da Viação Cidade de Aracaju – VCA. Na visão do superintendente, José Carlos Amâncio, qualquer ato truculento que ponha em risco a vida de passageiros bem como dos profissionais rodoviários. Tais trabalhadores cumprem sua jornada diária de trabalho superando as adversidades, atendendo da melhor maneira possível os usuários do sistema de transporte do município de Aracaju e região metropolitana.

Em horário de pico, principalmente nos dias de chuva, a operação se torna ainda mais lenta, mas, segundo o superintendente, toda a programação operacional do sistema contempla veículos para atender a demanda nesses horários. Só não prevê engarrafamentos, semáforos sem priorizar o coletivo, pontos de paradas, quebra molas e outros entraves, o que, infelizmente, não acontece nos horários fora do pico nos quais nossos veículos circulam praticamente vazios, o que deveria também ser observado pelo poder público, frisou Amâncio, apontando que os congestionamentos são um dos propiciadores da superlotação nos ônibus.  

De acordo com Amâncio, nessas linhas tipo circular rodam 18 veículos. Essas linhas descaracterizaram o sistema integrado aumentando muito o custo do serviço. Ainda por cima não atendem adequadamente os desejos da população, reclamou ele. O superintendente ainda ponderou, falar em sobrepor linha é querer de fato comprometer ainda mais o sistema de transporte de Aracaju e região metropolitana, que hoje já sofre por estar há mais de um ano sem reajuste tarifário, isso quando todos os itens da planilha de custo foram reajustados, a exemplo do salário dos rodoviários em 10% e o tíquete alimentação em 20%.

Colocar mais ônibus para circular implica em mais custos. Como as empresas podem fazer isso se o município não cumpre com os reajustes tarifários de forma a garantir o equilíbrio econômico-financeiro do sistema? Mesmo operando com a planilha tarifaria defasada os empresários do setor vêm realizando, anualmente, investimentos no sentido de melhorar a frota de ônibus da cidade, completou Amâncio.

O superintendente defendeu ainda a adequação dos pontos de ônibus, bem como a instalação de disciplinadores de filas, entre outras melhorias que o Poder Público precisa realizar. O que aconteceu foi uma fatalidade. Lamentamos muito, mas sabemos que muitos motivos contribuem para tirar o cidadão do sério. Com certeza, se ver em um ponto de ônibus sem qualidade, com tumulto para entrar no ônibus em um dia de chuva contribui ainda mais para a insatisfação, considerou ele.

Precisamos de terminais adequados para receber os passageiros, assim como pontos de parada com disciplinadores de fila, com placas indicando itinerários e outras ações que certamente irão contribuir para uma melhor qualidade no atendimento dos passageiros do sistema. Os usuários, por direito, devem usufruir de um bom atendimento em um ambiente de melhor qualidade, concluiu Amâncio.

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard