Cadastramento biométrico de idosos é suspenso na sede do Setransp

Identificação biométrica traz segurança e conforto ao transporte público
15 de agosto de 2011
Em entrevista, superintendente do Setransp esclarece sobre cadastramento dos idosos
16 de agosto de 2011

Devido à grande corrida pelo cadastramento biométrico na sede do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – Setransp -, o atendimento para tal serviço foi suspenso no local. A partir do dia 18 de agosto, quinta-feira, idosos e pessoas com deficiência devem se dirigir aos Centros de Referência de Assistência Social da Prefeitura de Aracaju – Cras – para efetuar o registro da sua digital e solicitar seu cartão Mais Aracaju Gratuidade. A cada semana, o atendimento será feito, simultaneamente, em cinco endereços a serem divulgados na imprensa e por meio de carros de som.

A medida visa dar mais comodidade aos usuários que estão deslocando-se à sede do Setransp receosos, equivocadamente, de que fiquem impedidos de fazer uso do ônibus caso não passem pelo cadastramento. É importante frisar que nenhum idoso ou pessoa com deficiência deixará de utilizar o transporte coletivo de modo gratuito por não ter o cartão Mais Aracaju Gratuidade. “O cartão e o cadastramento da digital serve para que eles possam passar pela catraca e se acomodar em qualquer espaço do ônibus, não ficando restritos à parte dianteira. Porém, os que não se cadastraram continuam fazendo uso da gratuidade por meio do documento de identificação. Assim sendo, não há motivo para correria nem filas”, explica o superintendente do Setransp José Carlos Amâncio.

Até o momento, já foram cadastrados cerca de 11 mil idosos e cinco mil pessoas com deficiência. Tal registro começou a ser feito há quatro meses, de modo ordenado nos Cras e entidades representativas de tais usuários. Ainda não foi estabelecido um prazo final para o cadastramento.

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard