Um modelo de sucesso em mobilidade urbana

31 de maio é a data limite para recadastramento
5 de julho de 2010
Delegada faz palestra para motoristas e cobradores
5 de julho de 2010

Bogotá hoje é referência mundial em transporte coletivo público. A realidade da capital colombiana, porém, nem sempre foi essa. Antes da implantação de um sistema de circulação urbana integrado e eficiente, a cidade vivenciava um verdadeiro caos no trânsito. Foi a partir dessa realidade que o ex-prefeito colombiano Enrique Peñalosa Londoño decidiu implantar um projeto de mobilidade urbana arrojado denominado sistema TransMilênio.

Na época, a cidade passou por grandes transformações como a revitalização de áreas urbanas, implantação de 84 quilômetros de corredores exclusivos de ônibus, bem como a construção de estações elevadas na vias principais para compra de bilhetes, embarque de passageiros e estacionamento de bicicletas para integração dos modais. Além disso, os diversos bairros da cidade ganharam 300 quilômetros de ciclovias.

As obras começaram em 1998 e, na época, as mudanças geraram transtorno e insatisfação. Hoje, uma parcela significativa da população deixa seu carro na garagem para andar de ônibus e o TransMilenio se projeta como o sistema de transporte público mais confiável e eficiente da América Latina. Ônibus monitorados e equipados com GPS, mais de 300 câmeras de circuito externo nas estações e cerca de 1,6 milhão de passageiros transportados de forma rápida por dia são alguns dos números que impressionam.

Presenciar uma experiência dessas de sucesso só nos fez ter a certeza de que Blumenau está hoje no caminho certo. Nossa meta, traçada pelo projeto Blumenau 2050, elaborado com ampla participação da comunidade, é atingir esse mesmo nível de excelência em mobilidade urbana. É para isso que trabalhamos incansavelmente desde já realizando debate aberto com a sociedade. Nossa proposta, a exemplo do projeto TransMilenio, é mais que um sistema de transporte. Trata-se de revitalizar a cidade e promover a valorização do cidadão.

Artigo de Walfredo Balistieri, secretário de Planejamento Urbano de Blumenau.Publicado no Jornal de Santa Catarina

Os comentários estão encerrados.