Ônibus ecologicamente correto está a caminho

Votação do mototáxi no senado é adiada
15 de maio de 2009
Encontro sediado em Aracaju discute mobilidade urbana
20 de maio de 2009

Até poucos anos atrás, falar em ônibus a diesel no Brasil com poluição próxima de zero seria, no mínimo, um exagero.

 

Entretanto, o avanço tecnológico dos motores ocorridos nos últimos anos, aliado à utilização de um diesel mais limpo associado aos biocombustíveis, torna o sonho do ônibus ecologicamente correto uma realidade bem próxima.

 

A partir de 2012, entram na linha de produção das montadoras de chassis instaladas no Brasil o motor padrão Euro 4 que utiliza filtros cerâmicos no escapamento e só trabalha com diesel limpo.

 

Para tanto, na mesma época deverá ser disponibilizado no mercado o óleo diesel S10 (teor de enxofre máximo de 10 PPM) que, misturado com biocombustíveis, deverá provocar uma expressiva redução nos níveis atuais de poluição provocados pelos ônibus.

 

Unindo-se a nova tecnologia com condições mais favoráveis de circulação dos ônibus, como as vias exclusivas que aumentam consideravelmente a velocidade, reduz-se ainda mais os níveis de poluição dos ônibus que podem chegar a quase zero.

 

Por outro lado, os cuidados ambientais dentro das garagens de ônibus crescem a cada dia na medida em que entram em vigor novas legislações que regulamentam o assunto.

 

As novas garagens em construção trazem na sua concepção inúmeras inovações nos projetos de arquitetura, hidráulica e energia elétrica que refletem a preocupação e o compromisso das empresas com a preservação do meio ambiente.

 

Tratamento e recuperação de águas utilizadas, sistemas inteligentes de energia elétrica e uso de energias alternativas, coleta e tratamento de resíduos de oficina, pintura e lubrificantes, destinação adequada de baterias e pneus usados são, hoje em dia, procedimentos rotineiros nas garagens de ônibus em todo o país.

Sem dúvida, estamos no rumo certo de um transporte público sustentável e ecologicamente correto que vai trazer grandes benefícios para a qualidade de vida nas cidades brasileiras.

Fonte: NTU Urbano – edição 140.

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard