Recadastramento só na sede e postos do SETRANSP

Prazo de recadastramento estudantil é prorrogado
4 de março de 2009
SETRANSP rebate críticas ao recadastramento
10 de março de 2009

A fim de melhor atender os usuários do transporte coletivo, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju ? SETRANSP ? prorrogou o prazo para o recadastramento do cartão Mais Aracaju Escolar. A data limite para a validação do cartão, inicialmente marcada para 13 de março, passou para 30 de março.

 

?É importante frisar que após a data os cartões ficam bloqueados para uso e compra de créditos, porém, os estudantes ainda poderão revalidar o seu Mais Aracaju Escolar gratuitamente a qualquer momento?, informa o superintendente do Sindicato das Empresas de Passageiros do Município de Aracaju ? SETRANSP ? José Carlos Amâncio. 

 

Em atenção aos estudantes, o SETRANSP também ampliou o horário de atendimento. A partir do próximo fim de semana, dia 7, a sede do sindicato (situada na Rua F, D.I.A) estará funcionando aos sábados e domingos, das 8h às 16h. No feriado do dia 17 de março, aniversário de Aracaju, o SETRANSP também não interromperá o atendimento que será feito igualmente das 8h às 16h. Mas atenção: os horários extras são exclusivos para a realização do recadastramento estudantil.

Para realizar o recadastramento, basta que o estudante preencha o formulário que se encontra disponível nas escolas e no site www.maisaracaju.com.br, e levá-lo até a escola, onde deverá ser carimbado e assinado pela diretoria. Feito isso, é preciso anexar a cópia da carteira da identidade do usuário do cartão (caso o estudante não tenha R.G vale a certidão de nascimento) e um comprovante de residência dos últimos seis meses, que pode ser uma conta de luz, água, telefone, celular, extrato de cartão de crédito ou bancário.

O comprovante deve estar no nome do estudante. Caso não existam documentos no nome do aluno, vale um no nome do pai, mãe, irmão ou avós (ou seja, do responsável legal). Mas aí é preciso anexar também a cópia do R.G do responsável.

Se também não houver nenhum comprovante de residência no nome de um responsável legal, o estudante deve solicitar, na escola, um comprovante de matrícula ou declaração que conste o endereço.

 

Já os estudantes que não possuem comprovante de residência em seu nome ou no dos pais devem apresentar a ficha de inscrição da atual escola (com endereço) ou, um documento, no qual o proprietário da residência declare e assine por extenso a comprovação de moradia do aluno e anexe cópia do seu RG.

Com tudo isso em mãos, o estudante deve se deslocar até um posto de venda do SETRANSP levando o cartão a ser revalidado. ?Não há outra forma de revalidar o cartão senão se dirigindo a um posto do SETRANSP. No site www.maisaracaju.com.br, o usuário tem acesso apenas ao formulário, que também pode ser encontrado nos estabelecimentos de ensino?, explica Andrea Aragão, gerente de Produto do SETRANSP. É importante frisar que os universitários devem se dirigir à sede do SETRANSP para efetuar o recadastramento, levando também o comprovante de matrícula 2009/1 ou declaração.

 

Essa documentação também é exigida dos alunos de cursos à distância e pós-graduação. Já os alunos de cursos técnicos ou profissionalizantes, devem apresentar cópia do contrato do curso ou declaração, exceto Cefet e Escola Agrotécnica. Mas atenção: a validade do cartão Escolar tem duas datas diferentes, de acordo com o tipo do aluno, são elas: 30 de março de 2010 para alunos do ensino fundamental e médio e 30 de junho de 2009 para os demais tipos.

Nesse último grupo estão incluídos alunos de cursos pré-vestibulares, profissionalizantes, supletivo, universidades e faculdades, pós-graduação e curso à distancia. Tais estudantes deverão apresentar comprovante de rematrícula (2009/2), após a validade para que o cartão seja atualizado por mais seis meses.

 

Os comentários estão encerrados.