Motoristas passarão por curso de especialização no SEST/SENAT

Encerra-se hoje validade dos vales-transportes das séries 65 a 79
8 de abril de 2008
SIMCO é uma farsa e Adriano pereira está roubando o dinheiro dos rodoviários
11 de abril de 2008

Aulas são exigência de lei municipal e prometem mais qualidade ao sistema de transporte coletivo de Aracaju.

Buscando cada vez mais qualidade nos serviços prestados à população aracajuana, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – SETRANSP -, e as empresas que atuam no sistema de transporte coletivo da capital dão início, a partir do dia 22 de abril, à primeira turma do curso de especialização para condutores de veículos que transportam passageiros.

 

A iniciativa atende a uma determinação da Portaria Administrativa de número 39/2007, de 27 de agosto de 2007, da Prefeitura Municipal de Aracaju e pretende englobar, além dos 1.230 motoristas do sistema, todos os aspirantes ao quadro de funcionários das empresas do setor. Isso porque, a partir de 1º de julho, nenhum funcionário poderá ser admitido pelas empresas sem ter sido aprovado nesse curso.

 

Para os que já estão empregados, a cobrança virá por parte da SMTT que irá fiscalizar e cobrar o certificado de conclusão do curso. ?Na verdade, será um pré-requisito para o ingresso no sistema e uma forma de garantir o emprego de quem já está no setor. Quem não se especializar não poderá continuar trabalhando?, ressalta Emmanuel Wanderley Lima, diretor de operações das viações Progresso e Tropical.

 

As aulas serão ministradas pelo sistema SEST/SENAT – Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, respectivamente -, e têm, no conteúdo programático, legislação de trânsito, direção defensiva, noções de primeiros socorros, relacionamento interpessoal, qualidade no atendimento e novas tecnologias. ?Todos esses são conceitos, atribuições e responsabilidades que os condutores de veículos de transporte coletivo de passageiros precisam ter para desempenhar bem suas atividades?, frisa Danielle Queiroz, diretora do SEST/SENAT.

 

INSTRUÇÕES

O curso específico em transporte também pretende formar um banco de dados para consulta, através do qual as empresas que operam em Aracaju possam contratar novos colaboradores com indiscutível qualificação profissional. ?Após o curso, os motoristas terão recebido instruções valiosas para permanecerem atentos ao que acontece dentro do veículo e fora dele; agir de forma adequada no caso de eventualidades, sabendo tomar iniciativas quando necessário; relacionar-se harmoniosamente com os usuários, pedestres e outros condutores; aplicar preceitos de segurança e comportamentos preventivos; assim como conhecer disposições contidas no Código de Trânsito Brasileiro, na legislação de trânsito e legislação específica sobre o transporte coletivo de passageiros?, informa Danielle.

 

Os motoristas serão divididos em turmas de 40 alunos e terão um total de 50 horas/aula cada. Ao final, os participantes que conseguirem aprovação receberão um certificado que é válido por cinco anos. A previsão é de que, até abril de 2009, todos estejam qualificados e aptos ao trabalho, conforme as exigências da lei. ?Após cada módulo, será realizada uma prova com 20 questões de múltipla escolha sobre os assuntos trabalhados. Somente os que alcançarem, no mínimo, 70% das questões da prova de cada módulo serão aprovados. Os reprovados, ao fim do módulo, deverão realizar nova prova. Os que nem assim conseguirem resultado satisfatório irão receber atendimento individualizado a fim de superar suas dificuldades?, informa Graça Santa Bárbara Trindade, coordenadora de Desenvolvimento Profissional do SEST/SENAT.

 

A partir do dia 1º de junho, o curso também estará aberto ao público em geral. Para se matricular, é preciso ter mais de 21 anos e estar habilitado, no mínimo, na categoria D. Não deve ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos 12 meses. Também não pode estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, decorrente de crime de trânsito, bem como estar impedido judicialmente de exercer seus direitos. O investimento, nesses casos, será de R$ 120,00. Nesse valor, está incluso o material didático. 

Os comentários estão encerrados.