Transporte público tem redução de 94,8% nos três primeiros meses de 2022

Aumento do combustível afeta Transporte Público Coletivo
11 de março de 2022
Nova alta do diesel pode deixarcidadessem ônibus, dizem empresas
6 de maio de 2022

Desde 2016, a redução tem sido constante devido parceria com os órgãos de Segurança Pública que atuam na Grande Aracaju 

94,8%. Esse é o percentual da redução do número de assaltos nos três primeiros meses do ano de 2022, quando comparado com 2016. Entre janeiro e março, o setor de Transporte Público coletivo teve 27 ocorrências, sendo que em 2016 no mesmo período, foram 519.  

Comparando o anos de 2016 com 2021 a queda foi de 92,63%. De lá para cá, o Setransp (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju) tem mantido uma parceria crucial com os órgãos de Segurança Pública. Em 2016, o total foi de 1.628 ocorrências, em 2021 a diminuição foi muito considerável: 73 casos em todo ano.

O Sindicato explica que a união estratégica com a  Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP-SE), a Polícia Militar e da Polícia Civil, da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT), da Guarda Municipal, e do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sinttra) seguem dando grandes resultados.

O presidente do Setransp, Alberto Almeida, explica que essa realidade é fruto das atividades estabelecidas desde o começo da parceria, que vão da repressão aos assaltos que vêm acontecendo com o patrulhamento ostensivo da Polícia Militar e da Guarda Municipal nos terminais de integração, além das abordagens dentro dos veículos. 

“O sistema de transporte também conta com o serviço de inteligência e investigação da Polícia Civil em parceria com o monitoramento das câmeras de segurança das empresas de ônibus. As imagens fornecidas em tempo hábil ajudam na resolução dos casos, resultando em prisões dos assaltantes. Assim como a Polícia Militar que faz a abordagem nos ônibus e a Guarda Municipal com a ronda nos terminais e pontos, entre outras ações. Vemos o papel fundamental das polícias e da guarda municipal como um grande ganho que proporcionou esse patamar de mobilidade urbana com mais segurança”, salienta. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *