Nota Setransp 6 de maio
6 de maio de 2020
Cobrador sentado, no interior de um ônibus protegido por película
Motoristas e cobradores sofrem retaliações por pedirem uso da máscara
7 de maio de 2020

Sobre a prestação do serviço de transporte público coletivo em Aracaju e na região metropolitana, as empresas de ônibus vêm realizando diariamente ajustes na operação, junto com a SMTT e Setransp, na tentativa de evitar concentração de demanda de passageiros em horários específicos. Com a modificação da dinâmica de deslocamento das pessoas, esse ajuste tem sido frequente, como aconteceu mais uma vez nesta quinta-feira, 07.

No entanto, o Setransp reafirma que as empresas estão movendo esforços para não suspender o serviço, haja vista que as condições para manter a operação estão cada vez mais difíceis, próximo ao colapso, diante de uma arrecadação de 26% do habitual do setor e com custos para operação que não caíram na mesma proporção. A soma dos valores recebidos hoje não cobre nem os custos de combustíveis e pessoal. A queda do número de passageiros segue em 72%.

Já foram mais de R$ 11 milhões de perda de receita em um mês, e as empresas de ônibus têm feito todo o possível para manter empregos e assegurar a prestação regular do serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *