Empresas de ônibus de Aracaju fazem ação nos Terminais de incentivo a lavagem das mãos

Charge da semana
28 de abril de 2020
Campanha de vacinação é intensificada em empresas de ônibus
5 de maio de 2020

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) e as empresas de ônibus do transporte público coletivo estão reforçando as medidas de combate ao CoronaVírus. Nesta quinta, 30, em cinco dos principais Terminais de Integração se iniciou uma ação de incentivo à lavagem das mãos. Com pias fora do banheiro, sabonete líquido, papel toalha e uma placa com orientações sobre a devida higienização das mãos, o setor de transporte chamar a atenção dos passageiros quanto à importância desse simples ato. A ação, que se estenderá a todos os oito terminais, destaca: “Lavar as mãos salva vidas”.

Além disso, a partir desta quinta-feira também, todos os motoristas e cobradores estão utilizando as máscaras de proteção respiratória, bem como todos os ônibus estão circulando com adesivos em todas as portas com a informação de que é obrigatório o uso da máscara nos ônibus, de acordo com o Decreto Estadual 40.588 de 27 de abril. Embora os motoristas e cobradores não tenham o poder de coação das pessoas quanto ao uso, todos estarão conscientizando os passageiros. Em parceria, a Superintendência Municipal de Transporte de Trânsito de Aracaju (SMTT) esteve nesta manhã distribuindo máscaras aos passageiros.

Os letreiros eletrônicos dos ônibus, local onde é identificada a linha do ônibus, também está sendo usado como espaço de conscientização, com frases como “Lave as mãos” e “Use máscara”. As empresas de ônibus continuam também com a equipe de orientadores de embarque nos Terminais, para incentivar os passageiros quanto ao distanciamento nas filas para entrada nos ônibus, conforme os marcadores no chão, e para não execederem o limite de pessoas sentadas nos veículos.

Diariamente, as empresas de ônibus, o Setransp e a SMTT têm acompanhado a movimentação da demanda de passageiros e se reunido para fazer alterações na distribuição da frota de ônibus, inclusive com acréscimo na disponibilidade de veículos nos horários de maior movimentação. Ainda é observada uma queda de mais de 70% do número de passageiros (de mais de 175 mil passageiros por dia, a média passou para menos de 60 mil/dia), e como a redução da frota de ônibus não ocorreu em mesma proporção o setor segue em alerta diante das dificuldades econômicas.

Do Setransp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *