Cartões Gratuidade: garantem maior mobilidade dentro dos ônibus

Nova fase de cadastramento e recadastramento escolar inicia nesta quinta-feira, 1°
1 de agosto de 2019
Viação Atalaia completa seis anos em Aracaju
14 de agosto de 2019

Todos os idosos, acima de 65 anos, têm o direito de passar pela catraca e acessar todo o ônibus utilizando o cartão Mais Aracaju Gratuidade. Não é necessária a apresentação do documento de identidade para conferência, a bilhetagem eletrônica gera essa cidadania ao idoso para que utilize todo veículo como os demais passageiros. De igual modo acontece com as pessoas com deficiência que têm direito à gratuidade.

De acordo com estatísticas da Aracajucard, empresa que gerencia o bilhete eletrônico do transporte de Aracaju e da região metropolitana, até o primeiro semestre de 2019, mais de 218 mil idosos utilizaram o cartão gratuidade, correspondendo um percentual de 14,60% das gratuidades. Já o número de utilizações de pessoas com deficiência com direito a acompanhante foram mais de 574 mil e sem acompanhante mais de 554 mil. Esses números correspondem ao total de 75,41% das passagens gratuitas. Nos últimos quatro anos, o número de passageiros gratuitos na capital subiu mais de 64%, isso contabilizando aqueles que passam pela catraca.

Além de assegurar o direito, os cartões gratuidade podem ajudar na localização de um passageiro desaparecido, através do registro na catraca do ônibus coletivo. Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setransp), o incentivo ao uso da bilhetagem eletrônica serve tanto para o controle da utilização, haja vista que as gratuidades incidem no custo da tarifa de ônibus, como também para uma melhor mobilidade dos passageiros em toda a extensão dos ônibus, deixando assim os assentos dianteiros para as pessoas com mobilidade reduzida, pessoas obesas ou gestantes.

Essa isenção da passagem além de atender pessoas com deficiência, idosos e até estudantes com a meia-passagem, atende ainda bombeiros, carteiros em serviço, agentes penitenciários, policiais civis e militares, oficiais de justiça, agentes da SMTT e da Guarda Municipal. Resultando um total de quase 1,5 milhão de utilizações somente este ano.

Documentos necessários

Para adquirir os cartões gratuidade, basta comparecer à sede da Aracajucard e apresentar os documentos necessários (para os idosos é exigido o RG, CPF, comprovante de residência (últimos seis meses). No caso de pessoas com deficiência, além dos dados citados,  é preciso fazer o cadastro na sede da SMTT.

Já no caso das gratuidades funcionais, são exigidos o RG, o último contracheque e a requisição do órgão via e-mail.Para os estudantes, a utilização da meia gratuidade pode ser requerida via cadastramento no site aracajucard.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard