Renovação da frota ocorrida no último ano corresponde ao resultado de sete anos de trabalho

Alunos do IFS têm novo prazo de cadastramento e recadastramento
15 de julho de 2014
Alunos de cursos com matrícula semestral e os que perderam o prazo do primeiro semestre devem recadastrar cartão Escolar
30 de julho de 2014

No início da tarde de hoje, o presidente do Setransp Alberto Almeida, concedeu entrevista ao programa Batalha na TV, transmitido pela +TVC. Ele falou sobre a entrega recente de mais 15 ônibus por parte da Atalaia Transporte, contabilizando um total de 255 ônibus novos entregues pelas empresas de transporte de passageiros que atuam na capital sergipana e região metropolitana no último ano. 

 

Tal número de veículos zero quilômetro já em circulação representa mais da metade dos 506 ônibus que servem à população. “A renovação da frota ocorrida em Aracaju é uma marca histórica. Normalmente a renovação média é de 35 ônibus por ano. Estou nesse negócio há 29 anos e nunca presenciei tal investimento. Foi algo realmente inédito e muito significativo realmente”, destacou.

 

Prestes a completar um ano de atuação em Aracaju, no dia 03 de agosto, a Atalaia Transportes trouxe para o sistema de transporte de Aracaju 163 ônibus novos, o que representa um investimento da ordem de R$ 45 milhões. Outro número relevante acerca da empresa é a geração de emprego. Atualmente, a viação possui 900 postos de trabalho diretos. “É com muita satisfação que completamos nosso primeiro ano na cidade. Essa fase é de comemoração, pois fechamos esse ano de trabalho com uma expressiva renovação da frota, melhorias no sistema e já se observa uma mudança no perfil do transporte local, ou seja, houve uma movimentação positiva e um crescimento no setor”, analisa Alberto Almeida. 

 

O presidente do Setransp chama a atenção para o fato de que todas as empresas que fazem parte do sistema integrado terem dado a sua contribuição para a melhoria do serviço prestado. “Todas fizeram investimentos, porém a quantidade de carros inseridos no sistema pela Atalaia Transporte foi maior pela necessidade de ocupar os espaços que estavam vazios pela saída de antigas empresas operantes”, frisou. 

 

Melhorias

Ciente das melhorias que ainda precisam ocorrer para que o sistema de transporte seja considerado eficiente pela população, Alberto alerta para o fato de haver um conjunto de itens que interferem na qualidade do serviço prestado. “Após a renovação da frota é preciso a criação de vias para que os ônibus possam circular a contento. A população pede ônibus nos quais possa viajar com segurança, mas também quer viagens mais rápidas. O projeto do BRT promete dar essa agilidade que se almeja para o sistema, assim como e criar atratividade para que as pessoas que usam veículos próprios façam uso do transporte público. Também gera uma série de benefícios para a cidade, tais como menos poluição e ruídos.  

 

Quanto ao processo licitatório, ele afirma que as empresas que operam em Aracaju estão preparadas. “Não vejo dificuldade, mas é uma questão que requer muito cuidado, pois interfere na vida da cidade e das pessoas como um todo. Estamos certos de que será algo bom, que vai regulamentar o sistema. O Setransp e as empresas estão empenhados em buscar o que for necessário para termos um transporte de qualidade, que atenda a população da melhor forma”, frisou o presidente. 

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard