Posto localizado no IFS reabre
11 de outubro de 2011
Paulistano quer prioridade para o transporte público
14 de outubro de 2011

Não adianta só transformar o lixo. É preciso dar fim sustentável a cada produto, a exemplo dos pneus. Só em 2010, foram reciclados mais de 300 mil toneladas, o equivalente a 62 milhões de unidades. Como é feito de borracha sintética e aço, é um produto 100% reciclável. Pode ser reaproveitado como asfalto, fonte de energia para indústrias (como as de cimento, papel e celulose), concreto ecológico, tapete para carro, sola de calçados. Quando descartado de forma incorreta, demora 10 mil anos para se decompor na natureza.

Há várias utilidades para garrafas pets que demoram 400 anos para se degradar. Uma delas surgiu após pesquisa do Centro Tecnológico da UFPA, no Pará, que transformou-as em tijolos usados na construção civil. O produto final é uma combinação da garrafa com gesso, cimento, resina cristal e caroço moído de açaí.

O programa Bióleo transforma óleo de cozinha em biodiesel para caminhões e ônibus. No Brasil, são cerca de 4 bilhões de litros de óleo de cozinha por ano, sendo que 2 bilhões são jogados no meio ambiente. Cada litro de óleo pode contaminar até 20 mil litros de água. Todos podem ajudar encaminhando o produto usado em casa a um posto de arrecadação. Saiba no www.bioleo.org.br.

Dia do Consumo Consciente – Se você ainda não tomou uma atitude, o sábado (15) é boa data para começar a agir em relação ao futuro do planeta. É comemorado o Dia do Consumo Consciente, data instituída pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em 2009. O objetivo é despertar a consciência para problemas sociais, econômicos, ambientais e políticos causados pelos padrões de produção e consumo excessivos e insustentáveis.

Neste dia vão rolar várias atividades para alertar sobre a questão. Uma delas é o incentivo a piqueniques sustentáveis no domingo (16). A ideia do Instituto Akatu é que as pessoas se reúnam em praças e parques do Brasil e discutam como melhorar o planeta. É uma oportunidade para redescobrir aspectos que a sociedade consumista deixa de lado, como reunião de família e amigos e conexão com o meio ambiente. E claro: depois de comer, limpe tudo e recicle seu lixo.

Diário do Grande ABC – SP

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard