Sistema de identificação biométrica chega aos ônibus

Projeto busca conscientizar motoristas envolvidos em acidentes
8 de agosto de 2011
Cartão Militar poderá ser resgatado na sede do Setransp
11 de agosto de 2011

A capital sergipana está prestes a reforçar o conceito de cidadania presente no direito à gratuidade no transporte público. Tal feito é fruto do trabalho conjunto que a Prefeitura do Município de Aracaju, através da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito – SMTT – e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – Setransp -, deram início, em meados do ano passado, com o cadastramento biométrico das pessoas que fazem uso do serviço gratuitamente ou com desconto, caso dos estudantes que pagam meia passagem.

Com aproximadamente 100 mil pessoas cadastradas, o sistema está pronto para entrar em execução nos ônibus que circulam pela capital sergipana e região metropolitana. Seu lançamento oficial será feito pelo Prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira, durante um café da manhã a ser realizado dia 12 de agosto, sexta-feira, às 8h, no Quality Hotel.

 

Passagem pela catraca

O sistema possibilitará que todos os usuários cadastrados passem pela catraca e usufruam por completo do ambiente interno do ônibus. Não mais ficando restritos à parte dianteira do veículo. A novidade agradou aos que fazem parte da terceira idade, já que também dispensa a apresentação da carteira de identidade aos motoristas, a fim do usuário provar ser portador do benefício. “Acho muito bom poder passar pela catraca. Como a parte da frente do ônibus também é destinada às pessoas com deficiência e gestantes, os idosos nem sempre encontram lugar. Agora vai ficar mais fácil viajar sentado”, acredita a dona de casa Maria Aparecida Souza.

O aposentado Marcos Roberto Silva também aprovou a ideia. “Achava complicado ter que mostrar a carteira de identidade toda vez que precisava descer do ônibus. Sentia-me pedindo favor. Agora vai ser muito mais simples. Entrarei no ônibus como qualquer outro passageiro”, declara ele demonstrando entendimento do intuito da iniciativa. 

O projeto visa, de fato, dar aos idosos uma maior comodidade em todos os momentos da viagem, seja no embarque, desembarque ou trajeto. “O sistema chega para trazer cidadania, conforto e tranquilidade aos usuários do transporte coletivo. É uma forma de qualificar ainda mais nossos serviços e de respeitar os nossos clientes”, frisa o superintendente do Setransp, José Carlos Amâncio.

O mesmo tratamento será dado aos demais portadores de gratuidade prevista por lei, como é o caso das pessoas com deficiência física, policiais, oficiais de Justiça, bombeiros e carteiros. Cada uma dessas categorias de usuários, em momentos específicos, foi convocada a passar pelo cadastramento da impressão digital. Com essa informação, criteriosamente captada pelo Setransp, e o cartão Mais Aracaju Gratuidade em mãos, todos passarão pela catraca.

 

Estudantes também ganham identificação biométrica

Os estudantes, que pagam meia passagem, também ganharam identificação por meio da digital. Para esses usuários, o sistema apresenta a vantagem de agilizar a passagem pela catraca, já que dispensa a liberação por parte do cobrador. Não é preciso nem mesmo a retirada do cartão da carteira, pois o chip do cartão é acionado à distância pelo validador, bastando apenas a aproximação.

Outra vantagem bastante significativa diz respeito à segurança. “A identificação biométrica é a garantia que somente o titular do cartão poderá fazer uso do Mais Aracaju Escolar”, explica Andrea Aragão, gerente de Produto do Setransp. Assim, no caso de perda ou furto, não haverá o risco da perda de créditos antes do bloqueio do cartão.

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard