Adierson Monteiro destaca análise sobre Plano de Mobilidade

Recadastramento escolar 2011/2 começa hoje
30 de junho de 2011
Governo investe 12 vezes mais no transporte particular
4 de julho de 2011

A causa defendida pelo presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Aracaju – Setransp -, Adierson Monteiro, sobre a necessidade de ser realizar um Plano de Mobilidade Urbana na capital, foi referendada esta semana na imprensa pelo engenheiro civil, doutor em transporte e professor da Universidade Federal de Sergipe, Fernando Albuquerque.

O engenheiro pontuou que sem esse plano de mobilidade, que é previsto pelo Estatuto das Cidades, Aracaju continuará com o trânsito caótico que vive hoje e, com o passar dos anos, isso só tende a piorar. Tal juízo vem sido abordado insistentemente pelo presidente do Setransp, que acentua ainda: “é preciso que os discursos dos políticos com promessas para melhorias no trânsito e no transporte público saiam da teoria para a prática”.

Para Adierson Monteiro, o engenheiro Fernando Albuquerque foi primoroso na análise que fez, principalmente quando destaca que para qualquer grande investimento na adequação dos meios urbanos o retorno será o bem-estar social.  “Nós observamos que outras capitais, fora do país, como Bogotá, Guatemala e outras, utilizaram o financiamento do BNDS e o planejamento de técnicos brasileiros para implantar uma adequação no trânsito, promovendo a mobilidade urbana. Esses recursos e esses técnicos estão disponíveis para as cidades no Brasil, como para Aracaju. Basta que as autoridades políticas se disponham a investir no trânsito”, frisou Adierson Monteiro.

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard