Roubos ameaçam funcionamento dos postos SETRANSP

Empresas e SMTT montam esquema especial de transporte para eleição
1 de outubro de 2010
NTU envia propostas a candidatos à presidência da República
4 de outubro de 2010

No mês de setembro, dois roubos, ocorridos nos dias 8 e 14, no posto do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – SETRANSP – localizado no Instituto Federal de Sergipe – ITF –, colocaram em alerta os colaboradores do sindicato. Nos dias 21 e 30 do mesmo mês, duas novas ocorrências da mesma natureza deixaram os ânimos ainda mais exaltados. Nessas duas últimas datas, no entanto, o alvo foi o posto localizado no Terminal Atalaia.

Em todos os casos, os autores do crime ameaçaram os funcionários com arma de fogo e os agrediram verbalmente. Vítima de dois desses roubos, a caixa Lucélia Silva, se diz assustada até mesmo fora do local de trabalho. “Ameaçaram atirar em mim e me xingaram. Na hora, fiquei nervosa e chorei muito. Tenho tido dificuldade para dormir e pesadelos. Saio de casa com medo de encontrar o ladrão e trabalho sob suspense”, conta ela.

Apesar de apavorada, Lucélia ainda conseguiu acionar a polícia nas duas circunstâncias. “Na primeira delas (no ITF), a polícia chegou e fez  a ronda nas redondezas do posto, mas não encontrou nada. Na segunda (no posto do Terminal Atalaia), não apareceu”, relata ela.

De acordo com relatos dos funcionários, o ladrão tem as mesmas características físicas e age da mesma forma: anuncia o roubo empunhando um revólver calibre 38, depois sai caminhando tranquilamente ameaçando atirar. Nem mesmo o segurança do Terminal intimida-o, já que não trabalha portando arma. 

Preocupado com a integridade física dos colaboradores do SETRANSP e dos usuários do transporte coletivo que frequentam os postos para compra de créditos eletrônicos e atualização do cartão Mais Aracaju, o sindicato suspendeu o atendimento no posto de venda localizado no ITF e levanta a possibilidade de fechar outros pontos que também não ofereçam segurança. “Se nenhuma providência for tomada é possível que fechemos alguns pontos. Não podemos colocar em risco as vidas dos colaboradores do sindicato nem mesmo dos nossos clientes”, declara o superintendente do SETRANSP, José Carlos Amâncio.  

Os comentários estão encerrados.