Bilhetagem eletrônica já é realidade em Aracaju

Meio ambiente
5 de setembro de 2007
Lançamento do cartão Mais Aracaju estudante acontece hoje
11 de setembro de 2007

Solenidade de entrega dos primeiros Cartões Mais ocorreu sexta, na Praça Fausto Cardoso. Foram entregues 28 novos ônibus e instituída a meia-passagem aos domingos e feriados.

Solenidade de entrega dos primeiros Cartões Mais ocorreu sexta, na Praça Fausto Cardoso. Foram entregues 28 novos ônibus e instituída a meia-passagem aos domingos e feriados.

Após um ano de preparação efetiva, as empresas que fazem o transporte coletivo da capital sergipana inauguram, hoje, o sistema de bilhetagem eletrônica. Nele, as passagens são pagas através de cartões eletrônicos que, ao serem apresentados aos equipamentos instalados no interior dos ônibus, os validadores, efetuam o débito da tarifa, liberando a catraca para a passagem do usuário.

Os primeiros a testar o equipamento que promete dinamizar o serviço são os estudantes. Na tarde de sexta-feira, dia 17, nove alunos da rede pública foram sorteados para receber, das mãos do prefeito Edvaldo Nogueira, os primeiros Cartões Mais. A solenidade, ocorrida na Praça Fausto Cardoso, trouxe também outras duas boas notícias para a população: a sanção da lei que institui a meia-passagem aos domingo e feriados e a entrega de 28 novos ônibus, 13 deles equipados com elevadores para facilitar o acesso de pessoas com necessidades especiais.

Na aquisição dessa nova frota, as empresas Progresso, VCA, Tropical e Halley e investiram R$ 6 milhões. Mesmo com todas as dificuldades que o sistema vem enfrentando, como a concorrência desleal dos clandestinos, acreditamos que nosso papel, como empresários, é investir no setor a fim de prestar sempre um serviço de qualidade, declara Adierson Carneiro Monteiro, diretor-presidente da Viação Progresso e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju – Setransp.

Comemorando o resultado de um trabalho de várias etapas, iniciado em setembro de 2006, José Carlos Amâncio ressalta que a bilhetagem eletrônica representa modernidade, segurança e conforto aos usuários do sistema. Passamos quase um ano equipando as garagens, instalando antenas de comunicação, baixando os softwares e testando os validadores de cartões. A bilhetagem trará enormes benefícios à população e ao setor, afirma Amâncio.

Entre as vantagens da bilhetagem eletrônica estão a agilidade na passagem das catracas, com o fim da necessidade do passageiro esperar pelo troco. A segurança é outro ponto forte do sistema. Passageiros, motoristas e cobradores circularão mais tranqüilos já que os ônibus terão cada vez menos dinheiro, vales-transporte e passes-escolares de papel, o que, certamente, irá inibir os assaltos, argumenta Amâncio. Por ser recarregável, em caso de perda ou roubo, os usuários ainda têm a possibilidade de bloquear os créditos dos cartões que já não lhes pertencem e adquirir outro com a mesma quantidade de créditos perdidos.

Com a bilhetagem eletrônica, a meta da Prefeitura Municipal de Aracaju é alcançar a integração temporal do sistema de transporte da capital. Já temos a integração física, que é feita por meio dos terminais, onde os usuários descem e, ao subir em outro ônibus, não precisam pagar outra passagem. Em um curto espaço de tempo, quero fazer a integração de tempo. Supondo que um cidadão entre no ônibus e desça em um determinado ponto, a depender do intervalo que ele leve para pegar outro ônibus, será possível utilizar a mesma passagem que ele pagou anteriormente, pois o crédito leva
certo tempo para expirar, almeja Edvaldo Nogueira.

O movimento estudantil da capital também tem grandes expectativas quanto ao novo sistema de cobrança de tarifas nos ônibus. Com os cartões, a venda ilegal de passes-escolares e vales-transportes irá diminuir. Conseqüentemente, o preço da passagem tende a baixar. Sabemos que esse tipo de comércio informal prejudica o sistema, destaca Júnior Leite, presidente da União dos Estudantes Secundaristas – USES.

Ele e os estudantes que compareceram à solenidade festejaram a conquista do direito de usar o passe-escolar não apenas para ir à escola. Esse é um momento histórico. Agora poderemos ter uma educação integral, com acesso à cultura, esporte e lazer. Há mais de uma década que luta

Os comentários estão encerrados.

ATENÇÃO!!!

Clique aqui para acessar o site da Aracajucard