Tecnologia

Implantada em 2008, a bilhetagem eletrônica modernizou e modificou a forma de pagamento das passagens nos trajetos por ônibus na capital sergipana e região metropolitana. Com o sistema, as empresas passaram a controlar melhor o fluxo de passageiros que utiliza o sistema. Esse monitoramento é feito por meio de dados estatísticos que permitem adequar as linhas conforme os horários de maior e menor número de passageiros.

Outra vantagem do sistema é a segurança dos usuários e dos colaboradores das empresas de transporte de passageiros – motoristas, cobradores, fiscais e despachantes. Isso porque os ônibus passam a circular com menos dinheiro, fazendo com que o número de assaltos diminua significativamente.

Ainda no quesito segurança, há a possibilidade do usuário, em caso de perda ou roubo do cartão, efetuar o bloqueio. Assim, os créditos nele contidos não são utilizados indevidamente por terceiros. Posteriormente, o usuário só precisa solicitar uma segunda via para voltar a utilizá-lo normalmente, sem nenhum prejuízo.

Outro benefício é a agilidade no momento da passagem na catraca, já que não é mais preciso aguardar pelo troco.

Finger – sistema de identificação biométrica

A identificação biométrica através da impressão digital chegou ao transporte coletivo de Aracaju e região metropolitana em 2011. Intitulado Finger, o sistema abrange somente as pessoas que possuem algum tipo de gratuidade no serviço. Seja total, caso dos idosos, carteiros, oficiais de Justiça, policiais e pessoas com deficiência, ou parcial, caso dos estudantes que pagam meia passagem.

O cadastramento desses usuários teve início em julho de 2010, com os colaboradores das empresas que atuam nas empresas de transporte de passageiros. Em seguida, passaram a ser cadastrados os estudantes e, a partir de janeiro de 2011, foram cadastrados os policiais militares e civis, oficiais de Justiça e as pessoas com deficiência.

A partir de junho do mesmo ano foram cadastrados os idosos. Já na segunda quinzena de julho, o procedimento teve início com os carteiros e demais detentores do benefício não catalogados até a ocasião.

O passo seguinte da implantação do sistema foram os testes nos Terminais de Integração. Esse processo teve início no mês de maio com o equipamento sendo utilizado por todos os usuários até então cadastrados. O lançamento oficial do sistema ocorreu no mês de agosto.

O mecanismo democratizou o transporte coletivo ao possibilitar que todos os usuários passassem pela catraca, o que permite o uso indiscriminado de todos os espaços do ônibus e a identificação individual.

Validador on-line

Os validadores on-line facilitam o dia a dia dos usuários dos cartões Mais Aracaju (Escolar, Vale-Transporte e Pré-Pago), pois fazem a atualização das recargas pendentes e de créditos comprados via internet (tão logo o pagamento seja compensado, sem a necessidade do aguardo dos três dias úteis para a recarga a bordo, realizada nos ônibus).

 Terminal D.I.A

Av. Pref. Heráclito Guimarães Rollemberg – Inácio Barbosa

Sede Aracajucard

Rua Olimpio de S. Campos Junior – 2016 B – Inácio Barbosa

Rua do Turista – CEAC

Rua Laranjeiras, 307, Centro – Primeiro piso

Shopping Prêmio

Av. Coletora A, s/n – Marcos Freire, Nossa Sra. do Socorro

Terminal Atalaia (ZONA SUL)

R. Arício Guimarães Fortes, 51 – Atalaia, Aracaju

Terminal Maracaju

Av. Pres. Juscelino Kubitscheck – Santos Dumont, Aracaju

Terminal Leonel Brizola (ZONA OESTE)

Av. Trinta e Um de Março, 6251-7249 – América, Aracaju