Notícias - Locais


11/03/2017 às 14h24

Direito à gratuidade é assegurado com cadastramento e recadastramento das pessoas com deficiência

imagem leitura noticia

O cadastramento e recadastramento de pessoas com deficiência, para o acesso ao transporte público com a bilhetagem eletrônica, têm acontecido com sucesso. Embora siga até junho, grande parte desses passageiros já está comparecendo ao local de registro, considerando a importância da ação para melhorar a cidadania no acesso ao ônibus, evitar fraudes e assegurar o direito à gratuidade a quem realmente necessita. 


Esse trabalho está sendo desenvolvido em conjunto pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setransp), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), Ministério Público Estadual e as associações e conselhos das pessoas com deficiência. E o atendimento ocorre na Av. Tancredo Neves, nº 2061, na antiga sede do Setransp, de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 16h. “Eu fiquei muito satisfeito com o trabalho realizado”, disse Denisson Andrade Barreto, que tem miopia degenerativa e diz que com a regulamentação da gratuidade para as pessoas com deficiência a confiança dos motoristas aumenta e os direitos são respeitados de fato. 


Já a Dona Denize Narciso, mãe da Laura que tem deficiência, o recadastramento vem para melhorar sua vida porque facilita a locomoção da sua filha pela cidade. “Antes muita gente entrava nos ônibus e enganava o motorista. Com o cadastramento somente quem realmente precisa vai utilizar o transporte gratuito. Isso, sim é correto”, frisou ela, comentando do cadastramento que registra a necessidade de acompanhante para certos passageiros. “Para mim que sou mãe de criança especial, a locomoção é essencial. Saímos muito durante o dia e sem a carteira ficamos descobertos. Essa medida traz benefício para quem precisa”, reforçou Dona Denize. 



Conselho


O presidente do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, Cláudio Brito, destacou a segurança com o trabalho do cadastramento e recadastramento e considerou que os anseios da pessoa com deficiência, nesse quesito, estão sendo atendidos: “estou muito satisfeito com o trabalho realizado e percebemos que as pessoas estão tendo respeitados seus direitos sociais, direito das pessoas que têm limitações.”, observou Brito. Ele explica que após o cadastramento a pessoa interessada é submetida a uma perícia, que avaliará a emissão ou não do Cartão Mais Aracaju Especial. 

 

A partir de junho, quem não estiver recadastrado terá o cancelamento de sua carteira de passe livre. “Aconselhamos as pessoas que compareçam ao recadastramento o quanto antes para que tenham seus direitos regularizados”, defendeu o presidente do conselho.


Setransp - Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju
Rua Moacir Wanderley, 185, sala 503
Condomínio Empresarial Jardins
Bairro Jardins
CEP 49025-510
79 3085-7584

© Copyright - Setransp 2014 - Todos os direitos reservados. Todo conteúdo deste site é de uso exclusivo.

seta topoVoltar ao Topo do Site

marca alfama web