Cartões - Gratuidade


11/11/2014 às 17h56

CRAS Benjamin Alves Carvalho recebe visita da Aracajucard

Na tarde dessa terça-feira, 11, a Aracajucard deu prosseguimento à campanha de atualização dos cartões de gratuidade iniciada ontem. Dessa vez, o local visitado pela gerente de Produto e Negócios Andréa Aragão foi o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS – Benjamin Alves Carvalho, situado no bairro Coroa do Meio. 

 

No local, um pequeno grupo de idosos a recebeu. A maioria deles informou não fazer uso do Mais Aracaju Gratuidade, alguns ainda por não ter a idade mínima que dá direito ao benefício - 65 anos -, outros porque, até o momento, não haviam realizado o cadastramento, fazendo uso do passe livre nos ônibus da Grande Aracaju por meio da carteira de identidade. 

 

A gerente aproveitou para explicar que, com o Mais Aracaju, os idosos não precisam portar o RG, reduzindo assim o risco de perda do documento. Outro benefício é a possibilidade da família rastrear os passos do usuário do cartão em caso de acidentes e desaparecimentos, gerando mais segurança para os passageiros do sistema de transporte. 

 

Mas, dentre as vantagem ressaltadas por Andréa, a que mais chamou a atenção dos idosos foi a possibilidade de passar pela catraca e fazer uso de todo o espaço interno do ônibus. “Já uso o meu cartão e não passo aperto. Acho bem melhor passar pela catraca que ficar na parte da frente do ônibus, que sempre está cheia”, declarou Adélia da Silva, 78 anos. 

 

Ao seu lado, Maria Margarida Conceição, 56 anos, ouvia atentamente ao depoimento da colega. Ela afirmou que, assim que chegar aos 65 anos irá se cadastrar para ter o seu Mais Aracaju. “Uso muito ônibus para ir ao médico. Com o cartão vai ser bem melhor”, acredita ela. 

 

Entre os presentes havia também duas pessoas portadoras do Mais Aracaju Especial, utilizado por pessoas com deficiência física. Elas aproveitaram a presença da gerente da Aracajucard para tirar as dúvidas quanto ao recadastramento desse tipo de cartão. “Tais cadastros também serão atualizados, posteriormente”, avisou Andrea. 

 

Outra dúvida surgida foi quanto à idade mínima para ter acesso à gratuidade no transporte público no município de Aracaju. “Conforme às Leis municipais, o passe livre é um benefício das pessoas que atingiram os 65 anos”, explicou Andrea, lembrando que as pessoas que, aos 60 anos, fizeram o cadastro do Mais Aracaju terão os seus cartões confeccionados tão logo completem os 65 anos.  


Setransp - Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju
Rua Moacir Wanderley, 185, sala 503
Condomínio Empresarial Jardins
Bairro Jardins
CEP 49025-510
79 3085-7584

© Copyright - Setransp 2014 - Todos os direitos reservados. Todo conteúdo deste site é de uso exclusivo.

seta topoVoltar ao Topo do Site

marca alfama web