Dados do setor

A capital Aracaju e sua região metropolitana contam com uma frota de 596 ônibus para operar 118 linhas que cobrem toda a região.

O sistema atende mais de 230 mil passageiros que circulam no transporte coletivo diariamente. E mesmo em recém período de queda devido a crise financeira em todo país, esse volume de usuários do coletivo ainda marca 205 mil/ dia. Do total de passageiros, 11%equivale ao número de gratuidades.

O número de trabalhadores do setor chega a 3,5 mil funcionários diretos e 4 mil indiretos.

O setor conta com o serviço de bilhetagem eletrônica para uso do transporte, inclusive para os beneficiários de gratuidades. O total de investimentos nessa tecnologia soma R$ 15 milhões desde sua implantação, e é desenvolvido com o apoio de quatro postos de atendimento, sendo um deles a sua sede, e mais cinco pontos de validação online do cartão eletrônico.

O sistema do transporte coletivo conta com oito Terminais de Integração que promovem uma mobilidade pela capital e mais três cidades da região metropolitana com a mesma tarifa.

Em sua tecnologia embarcada os ônibus do sistema são equipados com sistema de GPS, câmara de segurança, bilhetagem eletrônica + finger, comando de portas anjo da guarda/ sensor de trava de segurança e letreiros eletrônicos.

Entre as tecnologias há a disponibilidade para o cidadão de aplicativos de itinerário – Cittamobi e Meu Ônibus – que acompanham a movimentação das linhas em tempo real, proporcionando aos passageiros os horário e pontos de paradas do ônibus.

Entre os maiores custos para operação do serviço de transporte coletivo em Aracaju estão a mão de obra, que representa 47,08% das despesas totais, e o combustível, 19,59%.

Sete empresas operam o sistema do transporte em Aracaju e região metropolitana: Viação Progresso, Transporte Tropical, Viação Paraíso, Viação Modelo, Viação Harley, Capital Transporte e Viação Atalaia. A Progresso foi uma das empresas pioneiras do transporte na capital, iniciando suas atividades em 1980, e na sequência surgiram as empresas Modelo em 1998, e Atalaia em 2013.