TJ mantém decisão contra as faixas para ônibus e gera prejuízo para mobilidade

Prêmio Setransp de Jornalismo :: Ano 2018
9 de julho de 2018
Cadastro itinerante divulga promoção Passagem Premiada
12 de julho de 2018

O Tribunal de Justiça manteve, nesta terça-feira, 10/07, a decisão que determinava a retirada das faixas exclusivas e prioritárias de ônibus em Aracaju. Dessa forma os mais de 230 mil passageiros que utilizam diariamente o transporte coletivo, quase 70% dos deslocamentos da população, estarão agora disputando o mesmo espaço das vias que os usuários de carro particular, que podem escolher horário e local para trafegar. A decisão contrária às faixas para ônibus configura-se como o único caso no país, compromete o cumprimento dos horários das linhas do transporte coletivo, e prejudica diretamente a mobilidade urbana como um todo, uma vez que o ônibus, que pode transportar até 60 pessoas, volta a estar sujeito à ocupação total das vias por carros particulares que transportam em média 1,3 pessoas por veículo. O setor de transporte coletivo irá recorrer contra decisão.

Ascom Setransp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *